terça-feira, 22 de setembro de 2009

A falta


Passar o dia é fácil...

Eu passo 8 horas no trabalho, dou risada com as minhas amigas, volto pra casa, como, conversa com a minha mãe e com a minha irmã, dou aquela fuçada na internet e aí chega à hora mais difícil: A hora de dormir. Por que é na hora em que eu coloco a cabeça no travesseiro, que todas as minhas angustias vêem a tona...

E eu me sinto pesada tendo que suportar as aflições de um dia todo de disfarces e de fingimentos. Já que eu passo o dia todo tentando fazer parecer que “ta tudo bem”, para ninguém me achar louca, ou vir com aquele papinho que eu sou nova, que eu exagero e bla bla bla.

Até acho engraçado eu achar que eu fico pesada, quando na realidade eu estou leve, vazia, na verdade.

Eu não sinto nada. Eu não estou nem muito feliz, nem muito triste. Não sinto aquele frio no estômago que a felicidade dá, mas também nunca pensei que a minha vida esta tão ruim, a ponto de querer me matar.

Eu to lá no meio termo. Um tédio.

O que me faz levantar da cama todo dia é achar que será importante eu ter dinheiro quando uma coisa muito sensacional acontecer na minha vida. Uma coisa que eu não sei bem qual é, mas que eu sei que vai acontecer.

Enquanto ela não acontece, eu fico aqui, nesse vazio, nesse meio termo, nessa vida pela metade, por que eu não sou inteira, falta alguma coisa, falta alguém, faltam os dois...

Falta o quê???????



domingo, 20 de setembro de 2009

A verdade por trás da música

Sonho Louco
(Bruno e Marrone)


Foi tão difícil entender
Foi complicado pra mim
Hoje eu sonhei com você
Nunca sofri tanto assim
Te vi beijando na boca
De alguém que não era eu
E lhe entregou feito louca aquele amor que era meu

O cara sonhou que a mulher estava traindo ele. Até aqui, tudo bem....

Quando acordei estava ali bem do meu lado
Nem te acordei
Então te amei desesperado, inconformado.

O cara tem um sonho ruim e por esse motivo acha que pode simplesmente catar a mulher assim?? Sem nem acordar ela??? E ainda diz que amou desesperado????? Com ela dormindo?????????

Então me olhou e perguntou
Do meu sufoco
Se eu fiquei louco é que eu perdi
O seu amor num sonho louco .

Eu só fico imaginando a coitada acordando com o cara em cima dela, suando até. Ai ela olha pra ele e pergunta: O que é isso???? Você ficou louco???????
E mais uma vez ele usa o sonho como desculpa.
E eu cantava essa música a plenos pulmões... rs Mania de cantar sem prestar atenção na letra.. rs

sábado, 19 de setembro de 2009

Essa sou eu!!! Doa a quem doer...

Eu nunca me importei com a exposição. Sempre falei da minha vida, respondi qualquer pergunta, falei sobre qualquer assunto, mas uma coisa eu me arrependo: De tentar esconder meus defeitos para as pessoas gostarem de mim.

Passei a minha vida toda escondendo os meus defeitos e salientando as minhas qualidades para conseguir a aprovação, para que as pessoas achassem que minhas qualidades superavam os meus defeitos.

Mas quer saber de uma coisa? Cansei! De agora em diante, vou mostrar todas as coisas ruins da minha personalidade primeiro, assim, quem achar que não agüenta o tranco, nem vai se aproximar de mim. Prefiro ter as pessoas longe, do que ter elas por perto por um tempo e depois ser obrigada a vê-las indo embora.

Por que na verdade, não e fácil ficar do meu lado. Como li em uma descrição do meu signo: “não é fácil acompanhar o seu pique”, ou como li também, em algum taro quando fui consultar o futuro sobre o ultimo inocente, que achou que eu seria uma pessoa fácil e leve, “nem todos agüentam o peso que é ficar com você”.

Eu sou uma pessoa “pesada”, forte e intensa demais.

Eu quero tudo para ontem, sou ansiosa demais. Me jogo de cabeça nos relacionamentos, antes de verificar o “nível da água”.

Odeio joguinhos. Se eu quiser te ligar, eu vou te ligar. Se eu quiser dar, eu vou dar e ponto!

Sou ciumenta, alias sou muito desconfiada! Desculpe-me! Juro que não queria ser assim. Rezo toda noite para tentar mudar, tomo floral, faço várias coisas, mas não tenho culpa se já apareceram vários mentirosos na minha vida. Eu era inocente, pura, acreditava em tudo e em todos, mas a minha pureza foi sendo devorada por esse mundo moderno, onde não existe respeito e nem consideração.

E quando depois de muita oração, floral e pensamento positivo eu consigo acreditar em alguém, esse alguém simplesmente me dá uma rasteira e lá se vai minha inocência para o chão, de novo.

Há! Eu tenho TPM. Fico carente de atenção, choro, sofro... Paciência.

Falando em paciência, isso é uma coisa que eu não tenho, nem para esperar, nem para dramas, nem para fingir, para nada mesmo!!!

Eu tenho meus dias de mau-humor e vivo muito bem com isso. Definitivamente não dá pra ser feliz o tempo todo.

È isso! Ta aí! Pronto! Essa sou eu.

Cansei de tentar me adaptar as pessoas. Agora quero que as pessoas se adaptem a mim. E como não sou só defeitos eu tenho fé que um dia vou encontrar alguém que seja forte o suficiente para lidar comigo e assim merecer conhecer todas as minhas qualidade.

Sexo é foda!

Estou com uma nova crise. Como se já não bastasse todas as outras.

Até que ponto eu posso deixar o sexo tomar conta da minha vida?

Eu não sei se sou normal ou anormal, mas eu dou muito valor ao sexo e sinto muita falta. Mas muita mesmo!

Infelizmente eu já desassociei sexo de amor. E tenho muita pena de mim por isso.

Quando eu era mais nova e terminei com o namorado que tinha sido o meu primeiro, eu só pensava como eu ia conseguir transar com outras pessoas. Sentia repulsa em pensar em outro homem me tocando. Pois bem, o que aconteceu foi que esse namorado não foi o ultimo não. E eu nem sei avaliar quando foi que eu perdi essa fantasia no sexo. Quando foi que sexo virou só sexo pra mim. Só um prazer, nada ligado exatamente ao amor.

Claro que deitar no peito do quem a gente ama, depois de uma noite (ou dia, tarde, madrugada) de sexo é uma coisa que nem da pra explicar de tão boa. Mas não é tão ruim, não deitar em peito nenhum depois. Sei lá, sexo é atração, é desejo, é vontade. Você não precisa amar uma pessoa pra sentir nenhuma dessas três coisas.

Tudo isso é o que eu penso, ou pensava até o momento em que eu realmente decidi ser uma pessoa melhor e andar no caminho certo, que vai me levar pro futuro pai dos meus filhos e amor da minha vida.

Tenho uns amigos que voltaram a aparecer e eu fico louca pra sair com um deles, por pura diversão, sem maiores intenções, só pra celebrar a vida mundana. Mas e o medo de me “desviar do caminho”?

Eu sou quase uma viciada em recuperação. Eu penso: só por hoje, não vou ligar pra nenhum deles. Só por hoje eu não vou deixar o desejo me dominar. Mas hora ou outra eu fico tentando me convencer em ligar pra algum deles e ir tomar só uma cerveja. Tentando me convencer que não vai acontecer nada, apenas rolar uma conversa, algumas cervejas, risadas, mais cerveja, um beijo sem maldade, mais cerveja, uma puxada no cabelo, um beijo com mais urgência, mais cerveja, um beijo no pescoço, na nuca, ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhh! Não posso! Tenho que ser forte!

Essa abstinência está me deixando louca! Preciso me centrar.

Então, até acho que não estaria fazendo nada de errado, já que eles são solteiros, livres e desimpedidos e eu também, mas e se eu sair da rota que já estava escrita pra mim? Eu já saí dela varias vezes e entendo o quanto isso atrasou a minha vida. Entendo o quanto eu tive que cair, pra aprender com as quedas.

Eu não sei mais a quantos atrasos e a quantas quedas eu sou capaz de suportar.

Enfim, por enquanto vou lutando contra esse meu vicio e só pro hoje não cai em tentação.


Eu estou completamente viciada no Crepúsculo, alias não exatamente no crepúsculo, mas no Edward Cullen, mais especificamente... rs

Já assisti 1.000.000 de entrevistas do Robert Pattinson, já vi o mesmo tanto de fotos e já dei o mesmo tanto de suspiros...

Não que eu tenha regredido e voltado a ser uma adolescente que tem uma paixão platônica, o que acontece é que o Edward me traz o que eu mais preciso na vida: magia!!

É isso!! Eu quero e preciso de magia na minha vida. Tô cansada da mesma coisa todo dia. É trabalho, obrigações, mesmice, tédio... aaaaaahhhhhhhh

O Crepúsculo traz a história que eu queria pra minha vida (tirando a parte de eu querer virar vampira, se bem que se fosse pra passar a eternidade com alguém como o Edward, como o amor que ele sentia, acho que eu ate repensaria isso).

Ele é completamente apaixonado pela Bella... Ele fez dela a vida dele... nada mais importa se ele não puder estar com ela...

Eles se completam... A vida dele realmente mudou depois de conhecê-la. E o mais lindo de tudo, ele daria a vida por ela...

Agora como não se envolver com uma historia dessa????? Se o que eu mais queria na vida é viver um amor assim: intenso, verdadeiro e pra sempre!!!!



A tristeza ou a alegria de ser solteira????

Ser solteira é muito chato!

É meio vazio você não ter alguém pra chamar de seu, não ter companhia para aquela festa de 70 anos da sua avó, não ter aquele abraço apertado no fim de um dia ruim, e de um dia bom também. Mas pior que tudo isso, é a pressão que quem é solteira sofre.

São olhares de piedade – “Coitadinha, ela não namora”. Comentários maldosos – “Essa nunca arruma namorado, nunca da certo com ninguém”.

Fora a insistência e o exagero de quererem te apresentar qualquer um, como se você tivesse desesperada e não fosse mais, nem ao menos selecionar o quer...

Por que as pessoas acham que porque eu estou solteira tenho que ficar com qualquer um e por que o fato de eu estar solteira causa tanta piedade nas pessoas.

Pior que eu acho que a culpa disso tudo é minha. Eu não escondo de ninguém que gostaria de já estar casada e de preferência já ser mãe, mas isso não significa que estou desesperada ou infeliz (não que eu não fique infeliz, às vezes, mas é só às vezes), ou maluca a ponto de querer me envolver com qualquer um.

Não é fácil...

Só com muita fé e confiança para não se abalar com essas coisas, porque chega uma hora que você pensa - Aff! Devo estar mesmo encalhada, nunca dou certo com ninguém, o mundo todo namora menos eu...

Mesmo com tudo isso, ainda prefiro estar solteira e aguentar essas coisas do que estar com alguém e ser infeliz, como tantos que eu vejo por aí...

Estar com alguém que não me faz bem, que não me respeita só pra dizer que tenho alguém.

Não obrigada, prefiro ser feliz!

Contador de Visitas
Downloads
Vivendo e aprendendo a jogar....: Setembro 2009