segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Sobre o que podemos aprender com nossas amigas....

Eu sempre reclamo da pressão que eu tenho que aguentar, por estar solteira.
Mas a verdade, é que eu sou quem mais pressiona. A cobrança vem, primeiramente de mim. Não me dou sossego.
Eu sempre digo que sofro, pois a maioria das minhas amigas são casadas ou namoram. Mas não é verdade.
Esses dias encontrei com grandes amigas. Nos conhecemos, desde a época do colégio.
Amigas que tem, basicamente a mesma história que eu. Que tem mães e pais, que se mataram para nos bancar antes de conseguirmos nosso primeiro emprego. Amigas que com 14 anos, tiveram que escolher uma profissão (fizemos colégio técnico). Mulheres que trabalhavam seis horas em pé e depois iam para a balada, lindas e poderosas.
A grande maioria das minhas amigas emendaram o colégio, com a faculdade. Tiraram carta de habilitação com dezoito anos. Viajaram para o exterior. Enfim, viveram.
Tenho amigas que moram sozinhas ou que pretendem seriamente se mudar logo. Amigas que ainda moram com seus pais, mas que mantem o controle de suas próprias vidas.
E sabe do que mais? Estão todas solteiras. E não é porque ninguém as quer, ou porque "não precisam de homem" para nada. Estão solteiras, porque elas não são só isso. Elas estabeleceram outras prioridades. Outros sonhos.
São mulheres independentes, que não vão aceitar o primeiro cara que aparecer na frente. Não se desesperam por estarem sozinhas, a ponto de entrar em uma relação que não as façam bem.
Eu tenho orgulho das minhas amigas e aprendi muito com esse encontro. Aprendi que posso ter muito mais, que uma vida de casada. Que existe tanta coisa que posso fazer, por estar solteira. Como poder estar com elas e aprender tanto. Digo isso, porque nenhuma das amigas que estão casadas, foram a esse encontro.
Então hoje, quando uma mulher casada me olhar com aquela cara de "coitada, ela ainda não casou", não vou ter mais vontade de chorar ou socar a cara da pessoa. Na verdade, vou sorrir. Porque ninguém teve mais da vida, do que eu.

15 Comentários:

Às 26 de janeiro de 2010 16:47 , Blogger nathy disse...

Ount que demais Ana vc escreve MUITO amiga adorei o texto e me vejo nesse meio ai das solteiras que estão atras de outras prioridades ;P


te adoro


Beijos @nathy_bells

 
Às 26 de janeiro de 2010 19:34 , Blogger Monica Marinho disse...

Essas mulheres casadas que te olham assim certamente não são fanpires (rs). E se eu ver qq uma olhando p/ vc assim, quem soca a cara dela sou eu... Ai, ai, ai, olha eu já querendo brigar. hahahahahahaha! É isso aí, menina! Curta a sua fase solteira (eu curti muuuuito), pois tudo tem seu tempo. Essa história de programar como as coisas acontecerão fica para as máquinas. Ninguém pode programar o amor: com quem, onde e como acontecerá. Então, já que é assim, VIVA. Mas lembre: mais importante do que viver é SABER viver. Bjks!

 
Às 26 de janeiro de 2010 19:48 , Blogger Paula disse...

Tá mais que certa! Eu namoro, mas parei de "viver" para namorar!! EU estou em primeiro lugar, não coloco ninguém acima dessa prioridade, pq somos as únicas q podemos nos fazer feliz!! Não dependemos de ninguém!! Mas se a alma gêmea chegar, o namorada, marido, enfim, que bom!! Vai apenas completar e não será o ator principal da minha vida!!
Amei o post!! Parabéns!
Bjs
@paulagiannini

 
Às 27 de janeiro de 2010 03:32 , Blogger I Love Twilight Brasil disse...

Minha amiga, li ontem a noite pelo celular.
Adorei, vc escreve mesmo muito bem.
Já dizia minha mãe que mulher não precisa se realizar no casamento, você ainda está muito nova para se preocupar e aproveite sua vida, independente de namorado, marido... Seja feliz e se ame acima de tudo!
Te adoro!

 
Às 29 de janeiro de 2010 17:21 , Blogger Priscila Rôde disse...

Estar solteira não é estar sozinha.
Adoro essa independência apesar de não tê -la.. rs
É muito bom também!

 
Às 29 de janeiro de 2010 18:28 , Blogger mary g. disse...

Adorei o texto. E sabe de uma coisa, apesar de ser bem nova (não estou te chamando de velha, por favor ^^), também sofro com isso. Todas as minhas amigas tem namorado e sempre sou eu que sobro. Às vezes, elas me olham com uma cara de pena, mas eu não ligo. Não que eu não queira um namorado tbm, mas não acho que isso seja a únca coisa que alguém precise. Eu prefiro um único verdadeiro amor, só pra mim, que vários pseudo-amores pra desfilar pros outros.

Beijo.

 
Às 30 de janeiro de 2010 18:03 , Blogger Larissa Alves disse...

é isso ai,solteira ou casada o importante é ser feliz e manter a personalidade acima de tudo :)
beeijos

 
Às 31 de janeiro de 2010 11:09 , Blogger Pobre esponja disse...

A gente se pressiona demais às vezes... temos de viver para nós, e nõ para os outros, né? Fora isso, quanto mais sede mais provável derrubar o pote.
Se quiser namorar eu to aqui . SP.

bjs
Pobre Esponja

 
Às 7 de fevereiro de 2010 15:12 , Blogger MaryeMyFanc disse...

Amiga eu sempre passo aki quando da mas nunca deixo mensagem pois minha net estes dias tava um lixo...

bom mas esse eu tive que comentar pois amei o que vc escreveu viu, de verdade...
beijos te adoro....

Marye

 
Às 8 de fevereiro de 2010 03:44 , Blogger Lah disse...

a gente sempre aprende com as amigas, eu tenho algumas que estão em um bom relacinamente de anos, e é aquela coisa santa sabe? e tenho outras que não namoram, e curtem casos casuais. mesmo... as vezes, algumas que trabalham para pagar a faculdade outras com mais de 20 anos. que ganham mesada, não trabalham e fazem faculdade só para ver se é o que elas querem.
todas muitooo diferentes. mas cada uma vive do seu modo de viver neh;;;;



beijooo

uma ótima semana para você

 
Às 8 de fevereiro de 2010 06:10 , Anonymous Anna Clara disse...

Me identifiquei tanto, q parece q fui eu mesma q escrevi. As comprometidas agindo como se não soubessem do q se trata ser solteira, a nossa própria cobrança as vezes... E essa vantagem q temos, de saber o qnto a vida nos proporcionou, e o quão felizes somos qndo nos admitimos, neh?!
Simplesmente adorei!
Parabéns!
Beijos
Anna Clara

 
Às 21 de fevereiro de 2010 08:27 , Blogger Leonardo Xavier disse...

Eu não sei se viver mais seria a resposta certa, eu acho que na verdade é só uma questão de escolha e escala de valores. Para alguma pessoa vivenciar a experiência de casar e estruturar a família, experiência que eu não tenho mas creio que deva ter diversos desafios. Enquanto noutros casos a pessoa achou que era mais importante viajar, estudar mais, trabalhar, desenvolver outra carreira.

No fim nesse "solteiro x casados" ninguém é melhor ou pior, só são escolhas distintas...

 
Às 23 de março de 2010 17:11 , Anonymous Aninha Barreto disse...

oieee!!! passei uma temporada ausente mas estou de voltaa!!! adorei o texto!!!

 
Às 13 de abril de 2010 17:26 , Blogger Flávia Corrêa disse...

Gostei muito do seu texto, é como se eu estivesse escrito ele, me vi...
Não preciso me atropelar, nem aceitar qualquer um só pra falar q eu tenho um homem do meu lado,estou aprendendo a aproveitar a vida sozinha e com isso procurando me conhecer melhor...
Gostaria de uma visita sua ao meu blog, talvez goste tbm dos meus desabafos, www.monologovirtual.blogspot.com/
vou te seguir...bjs

 
Às 9 de maio de 2010 19:30 , Blogger adriana ornelas disse...

tantas mulheres independentes estão neste texto. me too. ainda com 23 anos já tive dramas por não ter um namoro sério, uma vez que tenho amigas de colégio também que preferiram casar a ser uma mulher independente. e mesmo na família, primas. depois dessa leitura me sinto mais leve, sem auto-cobrança.muito bom, parabéns.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Contador de Visitas
Downloads
Vivendo e aprendendo a jogar....: Sobre o que podemos aprender com nossas amigas....