sábado, 24 de outubro de 2009

Companheira indesejada

Ela vem e vai. Chega sem ser convidada e é uma visita totalmente indesejada. É daquelas que quando chegam se sentem em casa e não percebem a hora de ir.

Tem dias que ela não me deixa nem ao menos, ter vontade de levantar da cama. E quando eu reúno forças para levantar, ela sobe sobre o meu ombro e me deixa tão pesada, que ando toda curvada, olhando para o chão. Porque é no chão que eu me sinto quando ela está comigo.

Lidar com ela é muito difícil. Ela me sufoca e não me deixa respirar. Ela tapa meus olhos e eu não consigo enxergar beleza em mais nada.

Quando ela está comigo eu não consigo ser alegre. Não consigo rir das coisas e todos os meus problemas se tornam maiores, porque ela sempre traz consigo uma lente de aumento própria para as coisas ruins, que aumenta os problemas e desfoca as soluções.

É preciso muita força para me livrar dela, porque ela é insistente e faz de tudo para não me deixar. Sempre que enxergo uma luz, ela voltar com força a tapar minha visão.

Mas com muito esforço, consigo me ver livre. E o mundo todo volta a ter sentido.

Minha postura muda. Eu enxergo as cores, as formas. Sinto plenamente os cheiros e tudo isso faz eu me sentir a pessoa mais feliz que existe.

A lente de aumento foi tirada dos meus olhos. Não vejo meus problemas nem maiores, nem menores, mas os enxergo da maneira correta e com isso, entendo que posso passar por eles. Sem essa lente que distorcia as coisas eu vejo como tenho coisas boas na minha vida e me sinto forte pra seguir em frente.

E depois prometo nunca mais deixar a insegurança tomar conta de mim.

23 Comentários:

Às 24 de outubro de 2009 16:22 , Blogger Olivy disse...

lindo eu adorei*...

 
Às 24 de outubro de 2009 20:46 , Blogger Naya Rangel disse...

Nossa muito bom! Difícil ver um texto assim, com uma mensagem boa e tão cuidadosamente escrito! Parabens!

Abraços!

 
Às 25 de outubro de 2009 03:06 , Blogger Felipe Knight disse...

\o/ ótimo post...
adorei mesmo muito bem escrito...
abraços...

 
Às 25 de outubro de 2009 12:39 , Blogger Wênderson Bessa disse...

lindo texto!!!

otimo blog

 
Às 25 de outubro de 2009 12:41 , Blogger Marcelo disse...

oiiii!
parabens pelo blog

 
Às 25 de outubro de 2009 14:35 , Blogger analu disse...

Amei o texto,amei seu blog !
Quem não viveu momentos de insegurança que atire a primeira pedra ne não ?
Você falou desse sentimento de um jeito muito bacana...
"Minha postura muda. Eu enxergo as cores, as formas. Sinto plenamente os cheiros e tudo isso faz eu me sentir a pessoa mais feliz que existe."
Amei essa parte,descreveu direitinho a sensação tão legal de ser ver livre da insegurança,do medo da opnião alheia...

Gostei muito !
quem quiser dar uma olhada:http://pensamentosdaanalu.blogspot.com/

 
Às 25 de outubro de 2009 15:38 , Blogger VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil! - disse...

VejaBlog
Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
http://www.vejablog.com.br

Parabéns pelo seu Blog!!!

Você está fazendo parte da maior e melhor
seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item: Blog

http://www.vejablog.com.br/blog

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.vejablog.com.br/selo


Um forte abraço,
Dário Dutra

http://www.vejablog.com.br
....................................................................

 
Às 25 de outubro de 2009 17:21 , Blogger Samanta Silva disse...

nossa, ótimo texto. ^^
parabéns!

beijos.

 
Às 25 de outubro de 2009 23:17 , Blogger Carina Mota disse...

Fiquei ansiosa por descobrir quem seria essa tal companheira indesejável... e o texto prende a atenção da gente. Rs
Mas.. que bom que você consegue mandar essa insegurança embora de vez em quando.

Beijão moça.. e que muitas inspirações te tomem por essa vida.

 
Às 26 de outubro de 2009 16:49 , Blogger Karina Kate disse...

Caraca! Adorei o conceito da lente!
É como se nós quiséssemos enxergar TUDO mais as coisas acabam ficando realmente maiores. incrivel. bjos

 
Às 26 de outubro de 2009 16:54 , Blogger Rogerio disse...

a insegurança muitas vezes nos prende...temos medo..temos que vença la a cada dia....gostei do texto...parabens...

 
Às 27 de outubro de 2009 09:47 , Blogger Blogueira disse...

Perfeito o texto!Divulga mais o blog!

 
Às 27 de outubro de 2009 09:53 , Blogger W disse...

INsegurança... frustração... são sentimentos intrínsecos à nos, "pós-modernos"...

E não vejo muito saida, não.

Bjão

 
Às 27 de outubro de 2009 10:04 , Blogger Wênderson Bessa disse...

com insegurança não vamos muito à frente, mas à superando damos um grande passo!

 
Às 27 de outubro de 2009 10:08 , Blogger FF Produções disse...

hehehe, realmente... uma companheira indesejada.
curti!

 
Às 27 de outubro de 2009 14:22 , Blogger bAnDiTT disse...

Curti..
valeu pela visita no meu blog..
Volta..
se kiser parceria tamo ae
abraço

 
Às 30 de outubro de 2009 18:03 , Blogger Rafa disse...

Complexo, belo trabalho descritivo..
Parabéns pelo blog

http://cemiteriodaspalavrasperdidas.blogspot.com/2009/10/o-delirio-e-imaginacao-de-um-cavaleiro.html

 
Às 7 de novembro de 2009 07:42 , Blogger Si Wasabi disse...

Que texto bem escrito! Gostei. Achei que o final fosse ser melancólico, porém adorei ter sido um final feliz, rs. Ninguém está livre desses sentimentos, o que importa é conseguir passar pelos altos e baixos e sair ileso.
Bjs!

 
Às 9 de novembro de 2009 18:27 , Blogger Monica Marinho disse...

Textos maravilhosos. Se eu fosse vc, repensava essa história de fazer Ciências Contábeis. Que desperdícioooo!!! Parabéns, Mendy!
Bjs!

 
Às 24 de janeiro de 2010 13:01 , OpenID kekoblogger.com.br disse...

Parabéns pelo blog, bons texto você faz!

 
Às 24 de janeiro de 2010 13:26 , Blogger Rodrigo Selback disse...

Ha essa tal de insegurança
Mexe com as nossas vidas destroi os nosso planoss
É dificil mante-la longe eu vu a prova viva disso
Mas também sei q não é impossivel

 
Às 24 de janeiro de 2010 13:36 , Blogger Victória Andressa disse...

Adorei o texto. Parabéns, você é uma ótima escritora. A insegurança é mesmo um dos piores males que tem, não te deixa fazer nada.

http://tacadesabedoria.blogspot.com

 
Às 13 de maio de 2010 18:56 , Blogger m b disse...

um pouco mais de ousadia e xô para a insegurança!
beijos

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Contador de Visitas
Downloads
Vivendo e aprendendo a jogar....: Companheira indesejada