sábado, 17 de outubro de 2009

Como não tentar enganar uma mulher

Não precisa me abraçar, dizer que sentiu saudades, eu sei exatamente o que você quer porque eu quero a mesma coisa.

Não precisa ficar dizendo que quer “ficar tranqüilo com alguém”, porque não seria tranquilo estar ao seu lado.

Não precisa me dizer que vamos para a sua casa assistir um filme e conversar só para me convencer. Não sou mais criança e sei que a ultima coisa que vamos fazer é assistir a algum filme e as únicas coisas que vão conversar serão nossos corpos.

Não precisa dizer o quanto foi bom, porque eu nem ao menos dei o meu melhor, nem tampouco fiquei me preocupando com o que você iria pensar, sentir ou achar.

Não precisa me abraçar e colocar a minha cabeça no seu peito, nem precisa ficar acariciando as minhas costas. Meu coração já está cheio e só com uma pessoa eu me sentia plena nesse momento.

Não precisa me fazer carinho o caminho todo ate a minha casa, nem beijar a minha mão, nem ficar me mostrando como se lembra que fez aquele caminho há dois anos atrás, por que eu sei que você se lembra, das ruas, do meu corpo, dos faróis, do motel, do bar perto da minha casa, do caminho até a minha casa, do caminho até o meu orgasmo, mas não se lembra das conversas que antecederam tudo isso (mas tudo bem, eu também não me lembro).

Não precisa me fazer prometer que terão mais vezes, porque sexo a gente encontra em qualquer lugar e você não vai querer me convencer que achou tudo tão espetacular que resolveu que quer ficar só comigo neh?

E não, não precisa fingir que quer outra coisa, se não o mesmo que eu: Preencher um vazio, mas pelo caminho errado.

8 Comentários:

Às 17 de outubro de 2009 13:03 , Blogger ¢áh disse...

:|
Ou seja: SINCERIDADE já!

 
Às 17 de outubro de 2009 13:23 , Blogger Cacá M. disse...

É ;/
Tudo isso é fato =/

Beijos..
http://vidaemrabiscos.blogspot.com/

 
Às 17 de outubro de 2009 15:12 , Anonymous Anônimo disse...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

 
Às 18 de outubro de 2009 10:44 , Blogger Silvio Junior Wencevoski disse...

Excelente, você foi verdadeira e retratou a realidade.

Existe muitas pessoas assim hoje. A vida é momentos (bons se possíveis) e a sinceridade faz parte dos momentos.

Abraços.

 
Às 18 de outubro de 2009 11:10 , Blogger João Victor Borges disse...

caramba, quanto rancor.
o triste é que esse rancor não é nada mais que natural, afinal a vida é assim e, como você diz no título do blog, "vivendo e aprendendo a jogar..."

www.anpulheta.blogspot.com

 
Às 18 de outubro de 2009 11:26 , Blogger Mendy disse...

hahahaha Ai João a ultima coisa na vida que eu sou é rancorosa. Que pena que o texto passa isso.
É só uma situação engraçada. os homens tendem a mentir para "conquistar" mas não entendem que nem sempre é preciso.
Mas obrigada por comentar!

 
Às 18 de outubro de 2009 15:16 , Blogger Lah disse...

Nossa mulher que texto heim!
atualmente o amor romantico realmente esta saindo de cena.
e vamos muitas vezes pelo caminho errado mesmo.
eu ainda não sei se é exatamento o que eu busco o que eu quero.
mas saberei com o tempo...

ótimo texto.


tem um no meu blog também
http://meuadmiravelmundoestranho.blogspot.com/

 
Às 19 de outubro de 2009 11:51 , Blogger Rê Thuler disse...

Olá, passei pra agradecer o comentário, mas acabei gostando mesmo daqui.
Por isso estou te add aos meus favoritos.
Gostei bastante do texto, de certa forma tem muita haver com o que eu escrevi no meu blog tbm...

Parabéns...

Voltarei mais vezes.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Contador de Visitas
Downloads
Vivendo e aprendendo a jogar....: Como não tentar enganar uma mulher